balde branco

Jovens apaixonados pelo campo, curiosos e dedicados. Professores engajados com a proposta de uma educação transformadora, não apenas técnica, mas principalmente humana. Famílias presentes e comprometidas com a escola. Uma equipe de colaboradores capacitados e uma grande rede de voluntários e investidores sociais. Além de muitas fazendas parceiras e uma estrutura física que poucas escolas possuem.

Este cenário tem nome e endereço. Fica em Delfim Moreira-MG e se chama Academia do Leite. Trata-se de uma instituição educacional sem fins lucrativos, que carrega o nome de Fundação Roge, mantida em grande parte pela empresa Roge Distribuidora. A iniciativa nasce como a primeira escola técnica rural brasileira dedicada à formação de técnicos especialistas na gestão do leite, em período integral, uma vez que o ensino técnico é oferecido concomitantemente ao ensino médio.

“A Academia do Leite surge também apoiada por uma rede de parcerias com profissionais e propriedades rurais, construída ao longo dos anos de atuação da Fundação Roge”, informa Flávia de Moura Xavier, diretora de Marketing e Estratégia da empresa mantenedora. Acrescenta que pessoas físicas e jurídicas assumiram o projeto, com a missão de colaborar com o desenvolvimento da capacitação na pecuária de leite. A aula inaugural do projeto ficou por conta do professor Paulo Machado, da Clínica do Leite- Esalq.

Abrir bate-papo
1
Escanear o código
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?