Asbia lança novo site e amplia informações sobre inseminação artificial - Digital Balde Branco

O web­si­te foi total­men­te refor­mu­la­do com o intui­to de faci­li­tar a bus­ca por infor­ma­ções e ampli­ar a apre­sen­ta­ção de dados téc­ni­cos sobre o segmento

A Asso­ci­a­ção Bra­si­lei­ra de Inse­mi­na­ção Arti­fi­ci­al (ASBIA) aca­ba de lan­çar seu novo site, com um visu­al mais moder­no, inte­ra­ti­vo e de fácil nave­ga­ção. Com mudan­ças na home e na par­te inter­na, a pági­na tam­bém traz novas seções, como a “Labo­ra­tó­rio”, com infor­ma­ções úteis para quem dese­ja fazer aná­li­ses de sêmen. Outra novi­da­de é a seção dedi­ca­da às ações seto­ri­ais pro­mo­vi­das pela dire­to­ria da ASBIA, que tem atu­a­do jun­to aos órgãos gover­na­men­tais para fomen­tar o uso da téc­ni­ca no Bra­sil e para ampli­ar o comér­cio inter­na­ci­o­nal de mate­ri­al genético.

Segun­do o pre­si­den­te da ASBIA, Sér­gio Saud, as mudan­ças do site têm como meta tor­nar a nave­ga­ção mais sim­ples, ami­gá­vel e inte­ra­ti­va, para que o usuá­rio tenha fácil aces­so às infor­ma­ções sobre as tec­no­lo­gi­as liga­das à pecuá­ria e com­par­ti­lhe com o mai­or núme­ro de pes­so­as. O site traz vári­as seções infor­ma­ti­vas, den­tre elas Arti­gos Téc­ni­cos, Cur­sos de IA e Notí­ci­as do setor. As esta­tís­ti­cas anu­ais rela­ti­vas às ven­das de sêmen bovi­no e o uso da inse­mi­na­ção arti­fi­ci­al em bovi­nos tam­bém podem ser aces­sa­das no website.

A téc­ni­ca de Inse­mi­na­ção Arti­fi­ci­al (IA) vem cres­cen­do no País e atin­ge atu­al­men­te cer­ca de 13% das fême­as em ida­de repro­du­ti­va. Em 2017, foram comer­ci­a­li­za­das mais de 14 milhões de doses de sêmen. “As bio­tec­no­lo­gi­as repro­du­ti­vas são as téc­ni­cas mais segu­ras, sim­ples, efi­ci­en­tes e bara­tas de pro­mo­ver a melho­ria da pro­du­ti­vi­da­de e lucra­ti­vi­da­de da fazen­da. E levar a infor­ma­ção sobre as van­ta­gens das téc­ni­cas de IA e IATF (Inse­mi­na­ção Arti­fi­ci­al por Tem­po Fixo) para todos os cri­a­do­res do País é um dos obje­ti­vos da ASBIA. Aque­le cri­a­dor que pas­sa a conhe­cer e uti­li­zar as bio­tec­no­lo­gi­as repro­du­ti­vas, difi­cil­men­te dei­xa de uti­li­zá-las. E o novo site da ASBIA per­mi­te ao cri­a­dor conhe­cer melhor essa tec­no­lo­gia para ado­tá-la da for­ma cor­re­ta em sua pro­pri­e­da­de”, diz Saud.

Aces­se www.asbia.org.br

Rolar para cima