Bezerras: dieta sólida (parte11) - Digital Balde Branco
revista-balde-branco-perguntas-e-respostas-01-ed675

PERGUNTAS E RESPOSTAS

BEZERRAS

Dieta sólida (parte 11)

Sob patrocínio do programa Alta Cria, a Balde Branco publica nesta seção – Perguntas e Respostas – uma série de matérias com informações sobre as boas práticas na criação de bezerras, sob a coordenação de Rafael Azevedo, gerente de produto da Alta Genetics e coordenador e conselheiro do programa Alta Cria

Exis­te algum tama­nho ide­al da fibra de feno para ser for­ne­ci­do às bezer­ras? Esse tama­nho deve ser man­ti­do até que idade?

Duran­te a fase de alei­ta­men­to, deve­mos redu­zir o tama­nho do feno para evi­tar des­per­dí­cio. O tama­nho das par­tí­cu­las deve ser pró­xi­mo a 5 centímetros.

 

For­ne­ci­men­to de feno antes dos 60 dias de ida­de pode pre­ju­di­car o con­su­mo de con­cen­tra­do, afe­tan­do assim a for­ma­ção das papi­las ruminais?

Se o con­su­mo for gran­de, sim. Por isso deve­mos limi­tar o con­su­mo a não mais que 5% da maté­ria natural.

 

O feno pele­ti­za­do tem o mes­mo efei­to do feno na for­ma tradicional?

Não, pois o tama­nho da par­tí­cu­la após a mas­ti­ga­ção é mui­to peque­no para esti­mu­lar a ruminação.

 

Como deve ser for­ne­ci­do o feno às bezer­ras? Pode­ria ser usa­da a medi­da de uma “mão” de feno sobre o bal­di­nho de ração de cada ani­mal ou o melhor seria dei­xar uma redi­nha de feno à von­ta­de, sepa­ra­da do bal­di­nho de ração?

Pica­do em par­tí­cu­las pró­xi­mas a 5 cm para evi­tar des­per­dí­cio. De for­ma prá­ti­ca, pode­mos, sim, uti­li­zar uma mão de feno pica­do mis­tu­ra­da ao con­cen­tra­do ofe­re­ci­do às bezer­ras a par­tir de 30 ou 45 dias de idade.

 

Exis­te dife­ren­ça entre for­ne­cer ração pele­ti­za­da e ração fare­la­da com feno misturado?

Exis­te. O ide­al é que as bezer­ras rece­bam con­cen­tra­do que esti­mu­le a movi­men­ta­ção do rúmen. Na gran­de mai­o­ria dos con­cen­tra­dos pele­ti­za­dos pro­du­zi­dos no Bra­sil, o pel­let é facil­men­te que­bra­do na boca do ani­mal, che­gan­do ao rúmen na for­ma fare­la­da e não esti­mu­lan­do a rumi­na­ção. Des­sa for­ma, o con­cen­tra­do fare­la­do com inclu­são de 5% de feno (5 cm), ofe­re­ci­do a par­tir de 30 a 45 dias de ida­de, vai esti­mu­lar mais o rúmen que o con­cen­tra­do pele­ti­za­do, sen­do melhor para as bezerras.

 

A par­tir de qual ida­de deve-se ini­ci­ar o for­ne­ci­men­to de sila­gem de milho para as bezerras?

Pri­mei­ra­men­te, deve-se pen­sar que a esco­lha do volu­mo­so a ser for­ne­ci­do deve estar inse­ri­da no pla­ne­ja­men­to ali­men­tar do reba­nho. Entre­tan­to, é impor­tan­te con­si­de­rar que, quan­do com­pa­ra­da ao feno, em vir­tu­de de suas carac­te­rís­ti­cas, a sila­gem de milho apre­sen­ta menor esta­bi­li­da­de aeró­bia e áci­dos orgâ­ni­cos como pro­du­tos finais da fer­men­ta­ção, o que, depen­den­do das con­di­ções de mane­jo e ambi­en­te, podem afe­tar nega­ti­va­men­te o con­su­mo de die­ta sóli­da do ani­mal na fase de alei­ta­men­to. Sen­do assim, deve-se, pre­fe­ren­ci­al­men­te, ini­ci­ar o for­ne­ci­men­to de sila­gem de milho após o desa­lei­ta­men­to dos animais.

 

Com qual ida­de pos­so come­çar a for­ne­cer sila­gem de milho e com qual ida­de pos­so reti­rar o feno, pas­san­do a for­ne­cer somen­te sila­gem como volumoso?

A sila­gem de milho ou de outra for­ra­gei­ra deve ser for­ne­ci­da a par­tir do desa­lei­ta­men­to. É impor­tan­te lem­brar que o volu­mo­so (feno) repre­sen­ta uma peque­na fra­ção da die­ta sóli­da do ani­mal duran­te o alei­ta­men­to, porém uma gran­de fra­ção da die­ta nas fases sub­se­quen­tes. Por­tan­to, deve-se, pri­mei­ra­men­te, esta­be­le­cer o mane­jo nutri­ci­o­nal para adap­ta­ção dos ani­mais, não ape­nas ao novo volu­mo­so como tam­bém à estra­té­gia de die­ta total (volu­mo­so e con­cen­tra­do). Pre­fe­ren­ci­al­men­te, deve-se ini­ci­ar esse pro­ce­di­men­to no pri­mei­ro lote cole­ti­vo após o desa­lei­ta­men­to, rea­li­zan­do adap­ta­ção à nova die­ta (sila­gem de milho e con­cen­tra­do). A par­tir do segun­do lote cole­ti­vo, é pos­sí­vel ado­tar a sila­gem de milho como volu­mo­so úni­co, lem­bran­do a neces­si­da­de de for­ne­cer uma die­ta balan­ce­a­da de acor­do com a meta de desem­pe­nho almejada.

Acompanhe mais algumas das principais dúvidas dos produtores sobre a forma correta de fornecer a dieta sólida, de forma a garantir a saúde e o bom desenvolvimento das bezerras 
Perguntas respondidas por: • Carla Maris Machado Bittar – Esalq/USP • Alex de Matos Teixeira – Famev/UFU • Rodrigo Melo Meneses – EV/UFMG • Sandra Gesteira Coelho – EV/UFMG
Rolar para cima