balde branco

Brasil abriu mais um mercado para as exportações de bovinos destinados à reprodução: a República de Moçambique, que deverá começar a comprar os primeiros lotes de gado brasileiro ainda este ano. De acordo com estimativas do setor produtivo, o país africano tem potencial para importar até 50 mil animais por ano.

Segundo o Departamento de Saúde Animal do Mapa-Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Moçambique tem enorme demanda por bovinos com excelente desempenho zootécnico, de aptidão de corte e de leite, capaz de contribuir com o melhoramento de seus rebanhos.

A conclusão do acordo sobre o protocolo sanitário com Moçambique reforça as ações desenvolvidas pelo Mapa para ampliar mercados às exportações de bovinos vivos. Desde 2014, o Departamento de Saúde Animal estabeleceu 14 dos 26 acordos sanitários vigentes para venda de gado vivo.

Abrir bate-papo
1
Escanear o código
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?