Casale: máquina para colheita de palma forrageira - Digital Balde Branco

VITRINE

Casale: máquina para colheita de palma forrageira 

O ano de 2021 se ini­cia com uma gran­de notí­cia. A Casa­le, fabri­can­te de máqui­nas para a agro­pe­cuá­ria no Bra­sil, em par­ce­ria com a Uni­ver­si­da­de de São Pau­lo (USP) e a Empre­sa Bra­si­lei­ra de Pes­qui­sa e Ino­va­ção Indus­tri­al (Embra­pii), assi­nou o con­tra­to para ini­ci­ar a segun­da e últi­ma fase do pro­je­to de desen­vol­vi­men­to de um equi­pa­men­to para meca­ni­zar a colhei­ta da pal­ma for­ra­gei­ra. A máqui­na supri­rá uma defi­ci­ên­cia de déca­das no Nor­des­te, vis­to que a pal­ma for­ra­gei­ra tem sido uti­li­za­da na região para ali­men­tar reba­nhos em razão da sua resis­tên­cia a perío­dos de seca. Segun­do a Casa­le, o novo equi­pa­men­to pro­por­ci­o­na­rá ao pro­du­tor uma colhei­ta mais rápi­da, com bai­xo cus­to e bai­xa neces­si­da­de de manu­ten­ção. Para tan­to, duran­te todas as fases do pro­je­to, a empre­sa esti­ma um inves­ti­men­to no valor de R$ 2 milhões até ele estar dis­po­ní­vel no mercado.

Korin tem linha de insumos para produtores orgânicos de leite, carne e ovos

Pro­du­to­res de lei­te e pecu­a­ris­tas de cor­te já podem ofe­re­cer insu­mos bio­ló­gi­cos espe­cí­fi­cos para ani­mais aos seus plan­téis. A Korin Agri­cul­tu­ra e Meio Ambi­en­te, empre­sa fun­da­da sob os prin­cí­pi­os da agri­cul­tu­ra natu­ral e pio­nei­ra no desen­vol­vi­men­to e na pro­du­ção de bioin­su­mos no Bra­sil, incluiu em seu port­fó­lio uma linha exclu­si­va de adi­ti­vos aci­di­fi­can­tes para melho­rar a efi­ci­ên­cia ali­men­tar, o bem-estar e a sani­da­de das cri­a­ções ani­mais, con­tri­buin­do para o aumen­to da pro­du­ti­vi­da­de. A solu­ção Ken­sui (foto) bene­fi­cia o meta­bo­lis­mo diges­ti­vo dos ani­mais para garan­tir mai­or pro­du­ção e obten­ção de melho­ria no desem­pe­nho zoo­téc­ni­co de bovi­nos lei­tei­ros e cor­te, aves, suí­nos. Já o pro­du­to Sai­sei é um líqui­do redu­tor de pH e pro­mo­tor de melho­ria do desem­pe­nho zoo­téc­ni­co. Mais infor­ma­ções: contato@korinagricultura.com.br e tel. (19) 3576–9518.

Ceva e Agtech firmam parceria

A Ceva, empre­sa espe­ci­a­li­za­da em saú­de ani­mal, fir­mou em janei­ro par­ce­ria com a AgTe­ch Gara­ge (Pira­ci­ca­ba, SP), hub de ino­va­ção cuja mis­são é ali­men­tar o empre­en­de­do­ris­mo do agro­ne­gó­cio. Para o dire­tor-geral da Ceva Bra­sil, Gian­kle­ber S. Diniz, o agro­ne­gó­cio bra­si­lei­ro pre­ci­sa ser cada vez mais efi­ci­en­te, sus­ten­tá­vel e ren­tá­vel, e a ino­va­ção no cam­po tem sido pri­mor­di­al para auxi­li­ar os pro­du­to­res nes­sa mis­são. “Por isso, a par­ce­ria AgTe­ch Garage/Ceva refor­ça nos­so papel como fomen­ta­do­res de solu­ções ino­va­do­ras para o seg­men­to”, des­ta­cou. A AgTe­ch Gara­ge conec­ta, des­de sua cri­a­ção, empre­sas, star­tups, ins­ti­tui­ções de ensi­no, cen­tros de pes­qui­sa, pro­du­to­res e pro­fis­si­o­nais liga­dos à inovação.

Milk Farm desenvolve o Eco Teste, solução para a cadeia do leite, e é campeã no Ideas For Milk 2020

A Milk Farm foi a cam­peã do Ide­as For Milk 2020 – Desa­fio de Star­tups. A pro­pos­ta é o Eco Tes­te para con­tro­le de resí­du­os de anti­bió­ti­co, no lei­te capaz de detec­tar oito dife­ren­tes gru­pos de anti­bió­ti­cos com alta sen­si­bi­li­da­de, tudo con­tro­la­do por apli­ca­ti­vo. Para Bru­no Macha­do, um dos ide­a­li­za­do­res da pro­pos­ta, a com­pe­ti­ção foi um apren­di­za­do: “A Embra­pa deu supor­te e con­fi­ou em nos­sa pro­pos­ta. A qua­li­da­de dos con­cor­ren­tes nos desa­fi­ou e apro­xi­mou. Fize­mos con­ta­tos que dese­ja­mos manter”.

Estância Alvorada é a primeira a receber o Selo Arte para doce de leite 

Loca­li­za­da em Nova Alvo­ra­da do Sul, em Mato Gros­so do Sul, a Estân­cia Alvo­ra­da, do pro­du­tor Wil­son Igi, é a pri­mei­ra pro­pri­e­da­de do Bra­sil a rece­ber o Selo Arte para doce de lei­te. Segun­do o Minis­té­rio da Agri­cul­tu­ra, des­de 2019, quan­do o Selo Arte foi regu­la­men­ta­do, 52 Selos Arte foram con­ce­di­dos, sen­do a mai­o­ria para pro­du­to­res rurais de Minas Gerais. O doce de lei­te Pon­to Alto é o pri­mei­ro da cate­go­ria a rece­ber o Selo. O Selo Arte é a for­ma de regu­la­ri­zar os pro­du­tos ali­men­tí­ci­os de ori­gem ani­mal pro­du­zi­dos de for­ma arte­sa­nal. Somen­te após a con­quis­ta des­te selo o pro­du­tor pode comer­ci­a­li­zar seus pro­du­tos para outros Estados.

Zoetis parabeniza o Prof. Zequinha, que está entre os cientistas mais influentes do mundo 

A Uni­ver­si­da­de de Stan­ford, nos Esta­dos Uni­dos, publi­cou um ran­king no qual indi­ca os 100 mil cien­tis­tas mais influ­en­tes do mun­do, em todos os cam­pos, até 2019. Des­te total, 600 são bra­si­lei­ros. Den­tre os cien­tis­tas clas­si­fi­ca­dos, encon­tra-se o médi­co vete­ri­ná­rio José Luiz Mora­es Vas­con­ce­los, da Unesp/Botucatu. Conhe­ci­do como Pro­fes­sor Zequi­nha, é par­cei­ro da Zoe­tis há mui­tos anos. Cri­a­dor do Gerar (Gru­po Espe­ci­a­li­za­do em Repro­du­ção Apli­ca­da ao Reba­nho) em 2006, é o res­pon­sá­vel pela aná­li­se dos dados repro­du­ti­vos cole­ta­dos pelos téc­ni­cos nas pro­pri­e­da­des de todo o Bra­sil. “Ele foi um dos pio­nei­ros em tra­zer a IATF para o País como uma das téc­ni­cas revo­lu­ci­o­ná­ri­as da pecuá­ria. Não à toa, o Gerar é hoje o mai­or ban­co de infor­ma­ções sobre repro­du­ção bovi­na aqui”, diz Oci­lon Sá Filho, geren­te téc­ni­co da Zoetis.

Biogénesis Bagó: crescimento em destaque

Des­de 2018, a com­pa­nhia inves­tiu mais de R$ 40 milhões na ope­ra­ção no Bra­sil. “Lan­ça­mos um pro­je­to iné­di­to para reven­das agro­pe­cuá­ri­as do País e que­ría­mos cres­cer mais que o mer­ca­do, che­gan­do ao Top 10 da saú­de ani­mal bra­si­lei­ra até 2020. Con­se­gui­mos!”, come­mo­ra Mar­ce­lo Bul­man, coun­try mana­ger da Bio­gé­ne­sis Bagó no Bra­sil. Ele acres­cen­ta que a empre­sa cres­ceu em uma média pro­gres­si­va de mais de 40% ao ano e atin­giu a oita­va posi­ção no Ran­king Sin­dan (Sin­di­ca­to Naci­o­nal de Pro­du­tos para Saú­de Ani­mal), que englo­ba as mai­o­res empre­sas vete­ri­ná­ri­as do mer­ca­do brasileiro.

Vaccinar comemora 40 anos de história 

A Vac­ci­nar Nutri­ção Ani­mal come­mo­ra 40 anos de his­tó­ria e de con­tri­bui­ção para o for­ta­le­ci­men­to da eco­no­mia do País. Com o orgu­lho de ser uma empre­sa 100% bra­si­lei­ra e que está entre as líde­res do setor, a com­pa­nhia refor­ça o posi­ci­o­na­men­to de sem­pre estar pró­xi­ma dos cli­en­tes. Em 2020, a com­pa­nhia anun­ci­ou um novo cen­tro de dis­tri­bui­ção e uma nova uni­da­de indus­tri­al em Ara­guaí­na, no Tocan­tins, com pre­vi­são de iní­cio das ati­vi­da­des no pri­mei­ro semes­tre de 2021. Além dis­so, a empre­sa ini­ci­ou as ati­vi­da­des em Tere­si­na, Piauí. “Che­ga­mos a um está­gio de matu­ri­da­de e sin­to que a empre­sa está come­çan­do ago­ra com uma baga­gem de 40 anos de atu­a­ção naci­o­nal e inter­na­ci­o­nal”, res­sal­ta o CEO da Vac­ci­nar, Nel­son Lopes (foto).

Rolar para cima