balde branco

O último levantamento realizado pelo IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística revela que o segmento populacional que mais tem aumentado é o de idosos, com uma média de 4% ao ano. A estimativa é que esse público ultrapasse 40 milhões de pessoas em todo Brasil até 2030. Exemplos de pessoas com mais de 65 anos provedoras da família aumentam na mesma proporção, segundo a CNA-Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil.

No município de Nova Andradina-SP, por exemplo, vive uma trabalhadora incansável e bem-humorada. Lurdes Barbosa Chaves, com 86 anos, que se dedica à pecuária leiteira no assentamento Santa Olga. Ela é considerada uma das alunas mais animadas nas capacitações promovidas pelo Senar-MS.  “Moro aqui há 10 anos e desde que recebemos o convite do sindicato rural para participar dos cursos eu não parei mais. Gosto de aprender e fiz todos na área de leite, cooperativismo e até informática”, detalha.

De janeiro a setembro deste ano, o Sindicato Rural de Nova Andradina promoveu 26 turmas e atendeu 302 pessoas, além dos atendimentos de ATeG – Assistência Técnica e Gerencial nos programas Mais Leite e Hortifruti Legal. Na avaliação do presidente, Hemerson Israel dos Santos, a atuação do Senar/MS no município cresceu expressivamente no último ano e deve aumentar ainda mais.

“É gratificante participar do desenvolvimento destas famílias e nos aproximarmos de toda comunidade. Posso resumir que a instituição está fazendo a diferença e estamos trabalhando para dobrar e até triplicar os resultados conquistados”, observa e lembra a história de dona Lurdes: “Esta senhora é exemplo de força de vontade tem uma disposição contagiante, a qual pude acompanhar no curso de Aplicação de Medicamentos em Bovinos”, acrescenta.

A produtora familiar conta que um dos netos ajuda na lida, mas, que procura participar de todas as tarefas. “Sou cooperada e a produção de leite é vendida para as escolas do município, por intermédio do programa Pnae – Programa Nacional de Alimentação Escolar. Muitos jovens acabaram saindo da área rural para trabalhar na cidade e por isso, incentivamos as crianças da nossa comunidade a estudarem mais e permanecerem trabalhando com a família”, observa Lurdes.

Ela afirma que o Senar/MS possibilitou uma mudança de atitude com relação à atividade rural e complementa: “A vida da gente é um eterno aprendizado, nunca sabemos de tudo então. Enquanto eu tiver saúde e disposição vou buscar atualização e conhecimento”, finaliza. Sua formação hoje está diretamente ligada ao Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS), um conjunto de entidades que dão suporte para o desenvolvimento sustentável do agronegócio e representam os interesses dos produtores rurais do Estado. do Sul. Tal sistema é uma das 27 entidades sindicais que integram a CNA.

Abrir bate-papo
1
Escanear o código
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?