Conexão transparente entre produtor, laticínio e consumidor - Digital Balde Branco

Garan­tir a ofer­ta de um lei­te de qua­li­da­de é a nova pro­pos­ta que inte­gra pro­du­ção, pro­ces­sa­men­to e con­su­mo, com a devi­da cer­ti­fi­ca­ção estam­pa­da na emba­la­gem do produto


Por Romu­al­do Venân­cio, de Teutônia-RS

Auri Eidelwein tra­ba­lha com pecuá­ria lei­tei­ra há cer­ca de 30 anos e sem­pre teve gran­de pre­o­cu­pa­ção com a qua­li­da­de de sua pro­du­ção. Hoje, tem orgu­lho de afir­mar que os indi­ca­do­res de con­ta­gem de célu­las somá­ti­cas (CCS) e de con­ta­gem bac­te­ri­a­na total (CBT) do lei­te cole­ta­do em sua pro­pri­e­da­de, em Bom Reti­ro do Sul-RS, são os melho­res regis­tra­dos pela Lan­gui­ru, coo­pe­ra­ti­va da qual faz par­te. Sua satis­fa­ção em falar des­ses índi­ces está dire­ta­men­te rela­ci­o­na­da à exi­gên­cia para se che­gar a tal condição.

“Qua­li­da­de é o resul­ta­do de um tra­ba­lho de lon­go tem­po, algo que pre­ser­vo des­de o iní­cio na ati­vi­da­de”, diz ele, que conhe­ce bem a difi­cul­da­de para garan­tir a sani­da­de do reba­nho. “Tra­ba­lho com um dos pro­du­tos mais sen­sí­veis no que diz res­pei­to à con­ta­mi­na­ção. Qual­quer des­cui­do é o bas­tan­te para impac­tar na CCS, por exem­plo. Bas­tam duas vacas com mas­ti­te em um lote de 100 ani­mais para der­ru­bar a qua­li­da­de”, relata.

Para asse­gu­rar as melho­res con­di­ções de sua pro­du­ção, Eidelwein é mui­to cri­te­ri­o­so com os diver­sos fato­res liga­dos ao mane­jo dos ani­mais e à cole­ta do lei­te, e con­ta com uma equi­pe alta­men­te com­pro­me­ti­da. Como a mai­o­ria das pro­pri­e­da­des da região, ain­da que sua área seja supe­ri­or à média (em tor­no de 10 ha), a estru­tu­ra é de agri­cul­tu­ra familiar.

São apro­xi­ma­da­men­te 70 ha de ter¬ras pró­pri­as e mais 36 ha arren­da­dos, o que lhe garan­te autos­su­fi­ci­ên­cia na pro­du­ção de sila­gem e de grãos para ali­men­tar o gado. Mas em ter­mos de mão de obra, até pou­co tem­po era basi­ca­men­te a famí­lia mes­mo: o pro­du­tor, a espo­sa, seu filho e sua nora. Há três anos con­tra­ta­ram dois funcionários.

O reba­nho de Eidelwein é com­pos­to por 230 ani­mais, na mai­o­ria, da raça Holan­de­sa, mas há tam­bém gado Jer­sey e cru­zas entre as duas. Pou­co mais de 100 vacas estão em lac­ta­ção, pro­du­zin­do dia­ri­a­men­te mais de 3 mil litros de lei­te. Em abril, a CCS ficou abai­xo de 50 mil células/mL, enquan­to a CBT foi menor que 6 mil ufc/mL.

Leia a ínte­gra des­ta maté­ria na edi­ção Bal­de Bran­co 633, de julho 2017

Rolar para cima