Frases - Digital Balde Branco

FRA­SES

nutri­ção

Pare­ce haver uma ten­dên­cia cres­cen­te e irre­ver­sí­vel de mais reba­nhos ‘fecha­rem’ suas vacas, migran­do para sis­te­mas con­fi­na­dos e semi­con­fi­na­dos de pro­du­ção. O con­fi­na­men­to total aumen­ta­rá a neces­si­da­de de nutri­ci­o­nis­tas habi­li­ta­dos a tra­ba­lhar com reba­nhos mais pro­du­ti­vos e onde toda a deman­da nutri­ci­o­nal será supri­da pela die­ta ofer­ta­da em vez de ser colhi­da pelo animal”

Rodri­go de Almei­da,  prof. dr. da Uni­ver­si­da­de Fede­ral do Paranáe

ges­tão

O suces­so ou insu­ces­so de um mode­lo de pro­du­ção de lei­te não se resu­me ao sis­te­ma, a tec­no­lo­gi­as, raças etc. ado­ta­das, e sim à for­ma como esses recur­sos são geren­ci­a­dos; mais uma vez ‘as pes­so­as’ se posi­ci­o­nam em evidência” 
Chris­ti­a­no Nas­cif, supe­rin­ten­den­te do Senar-MG e dire­tor da Labor Rural

bem-estar ani­mal

Impul­si­o­na­do pelo novo olhar dos con­sumidores sobre os pro­du­tos lác­te­os, um for­te movi­men­to de pro­mo­ção do bem-estar ani­mal na cadeia pro­du­ti­va do lei­te sur­ge no Bra­sil, des­de 2015. Essa deman­da por ali­men­tos ori­undos de sis­te­mas sus­ten­tá­veis e eti­ca­men­te cor­re­tos é decor­ren­te tam­bém devi­do à mai­or pre­o­cu­pa­ção dos con­su­mi­do­res quan­to às con­di­ções em que os ani­mais são man­ti­dos nas fazendas”   
Lívia Maga­lhães, docen­te das Facul­da­des Asso­ci­a­das de Ube­ra­ba (Fazu); dire­to­ra da BEA Con­sul­to­ria e Treinamento

coro­na­ví­rus

O impac­to da epi­de­mia de coro­na­ví­rus na deman­da de pro­du­tos lác­te­os deve­ria ser de cur­to pra­zo, mas a incer­te­za sobre a dura­ção real do impac­to e o per­sis­ten­te refle­xo psi­co­ló­gi­co pode­rão oca­si­o­nar danos sig­ni­fi­ca­ti­vos ao con­su­mo, que logo afe­ta o pro­ces­sa­men­to, a pro­du­ção e a importação”

Sandy Chen,  ana­lis­ta sêni­or de lác­te­os do Rabobank

assis­tên­cia técnica

Pro­du­zir lei­te é uma ati­vi­da­de mui­to com­ple­xa, envol­ve mui­ta coi­sa, como gené­ti­ca, qua­li­da­de do lei­te, pro­du­ção de for­ra­gem, repro­du­ção, nego­ci­a­ção, etc. É nes­se con­tex­to que o téc­ni­co espe­ci­a­li­za­do na pro­du­ção de lei­te tem um papel fun­da­men­tal para o pro­du­tor. Nos últi­mos anos, temos vis­to mui­tos casos de suces­so, com óti­mos resul­ta­dos obti­dos por meio de pro­gra­mas de assis­tên­cia técnica”, 
Car­los Augus­to Sigui­nol­fi,  con­sul­tor do Educampo/Sebrae, na região de Ita­nhan­du (MG)

sus­ten­ta­bi­li­da­de

Ser sus­ten­tá­vel não é uma ques­tão de cren­ça, tem que que­rer fazer de for­ma mui­to dife­ren­te de como fize­mos até hoje. Ser sus­ten­tá­vel tam­bém não é só cum­prir a lei ambi­en­tal. Lei é obri­ga­ção. A sus­ten­ta­bi­li­da­de tam­bém está rela­ci­o­na­da ao indi­ví­duo que­rer ir além do que a lei ou os padrões vigen­tes o obri­gam. Ser sus­ten­tá­vel é uma ques­tão voluntária”,   
Júlio César P. Palha­res,  pes­qui­sa­dor da Embra­pa Pecuá­ria Sudeste 
Rolar para cima