Frases - Digital Balde Branco

Jersolando

Nos­sa meta é aumen­tar em 50% o reba­nho nos pró­xi­mos anos. Já temos estru­tu­ra e área de pas­ta­gem para isso. Outro obje­ti­vo para daqui a cin­co anos é alcan­çar 60% do plan­tel com o gado Jer­so­lan­do. Há um bom tem­po esta­mos acom­pa­nhan­do a efi­ci­ên­cia des­ses ani­mais e os resul­ta­dos obti­dos são mui­to satis­fa­tó­ri­os

Edu­ar­do Dedo­nat­ti
pro­du­tor de lei­te e pro­pri­e­tá­rio da Fazen­da Dois Irmãos, em Arvo­re­do (SC)

ILPF

Inte­gra­ção Lavou­ra-Pecuá­ria-Flo­res­ta pode aumen­tar a recei­ta do sis­te­ma de pro­du­ção do peque­no e do médio pro­du­tor de lei­te por­que melho­ra os índi­ces pro­du­ti­vos e repro­du­ti­vos, inclu­si­ve os sóli­dos desen­gor­du­ra­dos do lei­te e a qua­li­da­de da pas­ta­gem. Duran­te três anos de estu­dos no CTZL, as vacas Gir que esta­vam sob ILPF tive­ram um aumen­to médio de 22% na pro­du­ção de lei­te e de 6% na de sóli­dos desen­gor­du­ra­dos. O teor de pro­teí­na bru­ta do capim sob som­bra foi 30% mai­or e a diges­ti­bi­li­da­de, 6% mai­or. O sis­te­ma pro­por­ci­o­na ain­da que o pro­du­tor pos­sa pro­du­zir grãos para ali­men­ta­ção ani­mal e sila­gem. Ou seja, é o soma­tó­rio de vári­os indi­ca­do­res que ao fim, com uma pro­pri­e­da­de bem geren­ci­a­da, traz retor­no

Isa­bel Fer­rei­ra
pes­qui­sa­do­ra da Embra­pa Cerrados

genética

Em rela­ção ao mate­ri­al gené­ti­co uti­li­za­do pelos pro­du­to­res de San­ta Cata­ri­na, cons­ta­ta-se um domí­nio da raça Holan­de­sa (cer­ca de 60%). Em segun­do lugar apa­re­ce a raça Jer­sey, com cres­ci­men­to con­sis­ten­te em algu­mas regiões do esta­do, bem como o cru­za­men­to entre essas duas raças, prin­ci­pal­men­te. A gené­ti­ca exer­ce um papel fun­da­men­tal na melho­ria da efi­ci­ên­cia pro­du­ti­va e na ren­ta­bi­li­da­de dos sis­te­mas pro­du­ti­vos, des­de que o melho­ra­men­to gené­ti­co seja dire­ci­o­na­do à pro­du­ção de vacas efi­ci­en­tes com mai­or capa­ci­da­de de con­su­mo e trans­for­ma­ção de pas­to em lei­te

Car­los Otá­vio Mader Fer­nan­des
coor­de­na­dor do Pro­gra­ma Pecuá­ria da Epagri

fertiirrigação

A fer­tir­ri­ga­ção da pas­ta­gem apre­sen­ta um efei­to impor­tan­te por inje­tar dire­ta­men­te os nutri­en­tes na boca do sis­te­ma radi­cu­lar, mini­mi­zan­do per­das na apli­ca­ção e dimi­nuin­do mão de obra no sis­te­ma, prin­ci­pal­men­te na adu­ba­ção de nitro­gê­nio. Con­tu­do, áre­as com bai­xo teor de maté­ria orgâ­ni­ca têm neces­si­ta­do que esta apli­ca­ção siga o rodí­zio do pas­te­jo, ou seja, a fer­tir­ri­ga­ção com nitro­gê­nio pre­ci­sa ocor­rer logo após a saí­da dos ani­mais do pique­te a fim de aumen­tar a efi­ci­ên­cia des­te nutri­en­te para as gra­mí­ne­as tro­pi­cais

Car­los Edu­ar­do Car­va­lho
enge­nhei­ro agrô­no­mo, espe­ci­a­lis­ta em pas­ta­gens irrigadas

gestão

É impor­tan­te enten­der que o geren­ci­a­men­to é a base para se alcan­çar o suces­so da ati­vi­da­de lei­tei­ra nos tem­pos atu­ais. A chan­ce de melho­rar os resul­ta­dos pro­du­ti­vos e econô­mi­cos é gran­de a par­tir da per­cep­ção da neces­si­da­de de fer­ra­men­tas de ges­tão e a for­ma cor­re­ta de apli­cá-las

Lécio Quei­roz Soa­res
mes­tre em Zoo­tec­nia e dire­tor de Pro­je­tos da Cer­ra­do­Pec Con­sul­to­ria Agropecuária

Rolar para cima