balde branco

Evento realizado em Belo Horizonte discute perspectivas para o setor. Palestras estão disponíveis no YouTube

O evento “Pensando o futuro da produção de leite” levou à discussão sobre as perspectivas para a cadeia produtiva para a Megaleite. Promovido pela Faemg-Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Minas Gerais e pela Embrapa Gado de Leite, o evento reuniu cerca de 600 pessoas no auditório do Expominas. Pensando o futuro contou com cinco palestras e um debate com lideranças do setor, ambos disponíveis no YouTube, por meio do canal da Embrapa no YouTube.

O debate teve como convidados o presidente da Faemg, Roberto Simões, que apresentou uma visão sobre o novo sindicalismo no setor; o chefe-geral da Embrapa Gado de Leite, Paulo do Carmo Martins, que discutiu pesquisa e inovação na pecuária de leite; o presidente da Comissão Nacional de Bovinocultura de Leite da CNA, Rodrigo Alvim, que falou sobre como se preparar para os desafios do futuro; o diretor de captação e logística da Embaré, José Antônio Bernardes, com o tema “Indústria e Produtor: como estabelecer uma relação de sucesso; além do produtor de leite, Ricardo Ferreira Godinho, que abordou as mudanças que estão ocorrendo no setor produtivo.

No dia anterior ao evento, o pesquisador Marcos Vinícius Gualberto Silva apresentou na Megaleite o Projeto Genoma Girolando.  O Projeto é uma parceria da Embrapa com a Associação Brasileira dos Criadores de Girolando e as empresas CRV Lagoa e Zoetis. Como resultado, em breve estará no mercado uma tecnologia que vai tornar possível a seleção genômica da raça Girolando.

Com essa tecnologia, os testes de progênie dos programas de melhoramento em gado leiteiro poderão usar o valor genômico de touros e vacas para as raças Girolando e Gir. Com o perfil genético do animal, o produtor tomará decisões sobre as estratégias de cruzamento e decidirá se utiliza ou não um touro jovem em programas de teste de progênie, por exemplo.

A seleção genômica irá racionalizar o processo de melhoramento genético, tornando-o menos arriscado ao produtor. Supondo que o criador tenha vários tourinhos com o mesmo grau de parentesco (irmãos completos), caso ele possua recursos para inscrever apenas um indivíduo para o teste de progênie, a comparação do genótipo de cada um deles definirá o mais adequado para o programa.

Sumários – Durante a apresentação, que reuniu cerca de 100 pessoas, foi divulgado o Sumário de Touros da Raça Girolando. Em sua décima segunda edição, o sumário traz 12 novos reprodutores. Também foi apresentado a quinta edição do Top 1.000 Girolando, que apresenta o valor genético de mil fêmeas, oferecendo aos criadores a opção de escolher as melhores mães para os futuros touros e vacas, acelerando o processo de melhoramento genético. Só a raça Girolando no Brasil possui esse tipo de serviço.

Outro documento divulgado foi o Sumário Genômico de Fêmeas Jovens. Este documento também é uma novidade da Girolando, sendo o único na pecuária brasileira. Por meio da genômica, o sumário identifica fêmeas de potencial produção que ainda não têm histórico de lactação. Isso possibilita ao produtor antecipar o futuro, resultando em escolhas corretas.

Abrir bate-papo
1
Escanear o código
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?