balde branco

A Nova Zelândia não vai aumentar a produção de leite na temporada atual, mas a queda pode ser bem menor do que muitos projetam. O clima extremamente úmido na Ilha Norte e a cautela dos produtores após dois anos de redução contribuíram para um declínio de 3% na produção de leite durante a primeira metade de 2016/17, a partir de junho.

Em outubro/novembro, a coleta do leite caiu 5% em comparação ao mesmo período de 2015. Já os analistas projetam declínio de até 7% para toda a estação 2016/17. O tempo úmido na primavera da Nova Zelândia diminuiu a produção da Ilha Norte, e agora algumas partes da ilha enfrentam uma seca potencial. No entanto, as condições das pastagens melhoraram em grande parte do país.

Após dois anos de operações deficitárias, com preços ao produtor bem abaixo dos níveis de equilíbrio, os preços do leite cru voltaram a incentivar o crescimento. As estimativas de pagamento foram positivas no segundo semestre de 2016 e é possível que permaneçam assim no restante da temporada 2016/17. A Cooperativa Fonterra, maior produtora de laticínios do país, recentemente, ajustou sua estimativa de produção de leite em toda a temporada de -6% para -4%

Abrir bate-papo
1
Escanear o código
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?