Não haverá recuperação dos preços na UE - Digital Balde Branco

O Comis­sá­rio da Agri­cul­tu­ra, Phil Hogan, reco­nhe­ceu dian­te dos depu­ta­dos da Comis­são de Agri­cul­tu­ra da União Euro­peia, que as medi­das anti-cri­se, que estão sen­do apli­ca­das des­de setem­bro, não con­se­gui­rão recu­pe­rar os pre­ços do lei­te nos pró­xi­mos meses, mais exa­ta­men­te, os pre­ços não subi­rão até o pri­mei­ro semes­tre de 2017.

Segun­do ele, o pro­ble­ma das bai­xas cota­ções do lei­te na UE é uma ques­tão de dese­qui­lí­brio entre ofer­ta e deman­da, motiva­do pelo aumen­to da pro­du­ção, não somen­te no con­ti­nen­te, mas tam­bém no res­to do mun­do. A pre­vi­são é de que na UE a pro­du­ção aumen­te 1% em 2016, enquan­to nos Esta­dos Uni­dos deve che­gar a 1,9%. Na Nova Zelân­dia e na Aus­trá­lia, espe­ra-se ligei­ra queda.

Rolar para cima