balde branco

As mudanças devem garantir não só o bem-estar animal, mas também a melhoria da imagem e da qualidade do leite

A partir de 2017, os concursos leiteiros terão de atender a novas determinações para garantir o bem-estar animal e as boas práticas de ordenha. As mudanças foram concluídas no último dia 14 de dezembro, em Brasília-DF, durante reunião que contou com a presença de representantes da ABCZ-Associação Brasileira dos Criadores de Zebu, do Departamento de Desenvolvimento das Cadeias Produtivas e da Produção Sustentável do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, da CNA-Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, da Unesp-Universidade Estadual Paulista, da Associação Brasileira dos Criadores de Gir Leiteiro, da Associação Brasileira dos Criadores de Bovinos da Raça Holandesa e da Associação Brasileira dos Criadores de Girolando.

O diretor da ABCZ, Eduardo Falcão, participou das reuniões para elaboração da Normativa e acredita que as mudanças são importantes para garantir não só o bem-estar animal, mas também a melhoria na qualidade do leite produzido nos concursos leiteiros e da imagem do leite perante o consumidor. “Os torneios ajudam a promover as raças leiteiras, mostrando o grande potencial genético dos animais para o público em geral e, por isso, precisam ocorrer sempre em sintonia com o conceito de pecuária sustentável. Assim, conseguiremos fortalecer a imagem da cadeia leiteira junto ao consumidor final.”, diz Falcão.

A Normativa deve ser publicada no primeiro trimestre de 2017 e já será aplicada no torneio leiteiro da ExpoZebu 2017, que terá as ordenhas realizadas de 29 de abril a 3 de maio. Dentre as diversas determinações da norma, algumas são: a proibição do uso de medicamentos, a fiscalização do concurso por um profissional credenciado pelo Conselho Regional de Medicina Veterinária, a adoção das boas práticas de ordenha e o alojamento dos animais nos pavilhões seguindo as normas de bem-estar.

Outra alteração diz respeito à definição das campeãs dos concursos leiteiros. A premiação não será mais para a vaca que produzir maior volume de leite e, sim, a que atingir melhor desempenho com base em volume, proteína e gordura. Para chegar a esse índice, foi estabelecida a fórmula LCST (Leite Corrigido para Sólidos Totais): (12,3X grama de gordura) + (6,56X grama de sólidos não gordurosos) – (0,0752X kg de leite).

Abrir bate-papo
1
Escanear o código
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?