COLU­NA DO CEPEA

revista-balde-branco-coluna-cepea-natalia-grigol-edicao-660

Natá­lia Grigol 

Pes­qui­sa­do­ra do CEPEA

Oferta limitada freia queda de preços em novembro 

O pre­ço pago ao pro­du­tor em novem­bro (refe­ren­te ao volu­me cap­ta­do em outu­bro) foi de R$ 1,3493/litro na “Média Bra­sil” líqui­da, leve que­da de 1,04% fren­te ao mês ante­ri­or. O movi­men­to de des­va­lo­ri­za­ção do lei­te no cam­po está atre­la­do ao aumen­to da pro­du­ção, devi­do ao perío­do sazo­nal de mai­or dis­po­ni­bi­li­da­de de for­ra­gens na pri­ma­ve­ra. No entan­to, o atra­so das chu­vas no Sudes­te e Cen­tro-Oes­te – que limi­tou a recu­pe­ra­ção da pro­du­ção – e a com­pe­ti­ção entre indús­tri­as por maté­ria-pri­ma nes­te perío­do evi­ta­ram que as cota­ções não des­pen­cas­sem, assim como obser­va­do em anos anteriores.

O Índi­ce de Cap­ta­ção de Lei­te (ICAP‑L) subiu ape­nas 0,55% na “Média Bra­sil” de setem­bro para outu­bro, mui­to abai­xo do espe­ra­do para o perío­do. Além do atra­so das chu­vas no Sudes­te e Cen­tro-Oes­te, agen­tes con­sul­ta­dos pelo Cepea des­ta­ca­ram que a saí­da de pro­du­to­res da ati­vi­da­de e a mai­or cau­te­la em rea­li­zar inves­ti­men­tos, soma­do ao aumen­to dos pre­ços dos grãos, dimi­nuí­ram o poten­ci­al de cres­ci­men­to da ofer­ta nes­se período.

Com ofer­ta limi­ta­da no últi­mo tri­mes­tre, o com­por­ta­men­to dos pre­ços nes­te ano segue atí­pi­co. O inten­so recuo que sazo­nal­men­te se obser­va no final do ano pode não ocor­rer. Segun­do agen­tes do setor, há gran­des chan­ces de a cap­ta­ção de novem­bro, cujo paga­men­to será fei­to em dezem­bro, ficar pra­ti­ca­men­te está­vel. Deve-se levar em con­ta que a pro­du­ção do Sul do País ten­de a cair a par­tir de novem­bro. Ade­mais, os pre­ços atra­ti­vos no mer­ca­do de cor­te têm incen­ti­va­do o aba­te de vacas e podem, nos pró­xi­mos meses, levar à des­ti­na­ção de par­te da pro­du­ção de lei­te para a ali­men­ta­ção de bezerros.

Fon­te: CEPEA