Ourofino Saúde Animal capacita mão de obra rural em cursos gratuitos - Digital Balde Branco

Par­cei­ros comer­ci­ais da empre­sa, de todo o Bra­sil, podem par­ti­ci­par das atividades

Como for­ma de se envol­ver e cola­bo­rar para o desen­vol­vi­men­to do agro­ne­gó­cio bra­si­lei­ro, a Ouro­fi­no Saú­de Ani­mal dá sequên­cia ao tra­ba­lho de capa­ci­tar a mão de obra seto­ri­al por meio de capa­ci­ta­ções gra­tui­tas ofe­re­ci­das no Cen­tro Téc­ni­co de Capa­ci­ta­ção (CTC) da empre­sa. Ao lon­go des­te ano, mais de 700 vagas esta­rão dis­po­ní­veis para uma pro­gra­ma­ção que inclui 40 atividades.

Ultras­so­no­gra­fia Dop­pler, Mane­jo Raci­o­nal, Cas­que­a­men­to e Inse­mi­na­ção Arti­fi­ci­al em Tem­po Fixo (IATF) estão entre os cur­sos ofer­ta­dos pela com­pa­nhia. Os trei­na­men­tos são minis­tra­dos pelos espe­ci­a­lis­tas da Ouro­fi­no e tam­bém por pro­fis­si­o­nais reno­ma­dos das áre­as abor­da­das. Todas as aulas, teó­ri­cas e prá­ti­cas, ocor­rem no CTC, loca­li­za­do no inte­ri­or de São Pau­lo, na cida­de de Gua­ta­pa­rá. Des­de 2013, o espa­ço já rece­beu cer­ca de 3 mil pes­so­as em bus­ca de aper­fei­ço­ar o conhe­ci­men­to nas áre­as de ges­tão, repro­du­ção, sani­da­de, nutri­ção, mane­jo e bem-estar animal.

O CTC está pre­pa­ra­do para pro­mo­ver cen­te­nas de ati­vi­da­des ao lon­go do ano e a infra­es­tru­tu­ra local vai além das salas de aulas. Pro­fis­si­o­nais das mais diver­sas regiões do Bra­sil podem par­ti­ci­par dos cur­sos. Pen­san­do nis­so, o espa­ço dis­põe de um amplo alo­ja­men­to para rece­ber os par­ti­ci­pan­tes. A ali­men­ta­ção tam­bém é ofer­ta­da, sem cus­to, duran­te o perío­do de dura­ção das capa­ci­ta­ções e dos treinamentos.

De acor­do com Juli­a­na Guer­ra Pinhei­ro, ana­lis­ta téc­ni­ca da Ouro­fi­no Saú­de Ani­mal, a soma des­ses fato­res é um dife­ren­ci­al no mer­ca­do e a empre­sa se des­ta­ca por se dedi­car à qua­li­fi­ca­ção do setor, algo ino­va­dor entre as indús­tri­as vete­ri­ná­ri­as. “Com os cur­sos, pode­mos pre­pa­rar as pro­pri­e­da­des para o que há de mais moder­no. Mão de obra capa­ci­ta­da pro­por­ci­o­na bons resul­ta­dos às fazen­das. No mer­ca­do, cur­sos como os minis­tra­dos no Cen­tro em Gua­ta­pa­rá che­gam a cus­tar entre R$ 2 mil e R$ 3 mil por pes­soa”, diz ela.

A ini­ci­a­ti­va segue o pro­pó­si­to da Ouro­fi­no de atu­ar rei­ma­gi­nan­do a saú­de ani­mal e traz novi­da­des nes­te ano. Para os cli­en­tes que fazem par­te do Clu­be Ouro, gru­po for­ma­do por téc­ni­cos espe­ci­a­li­za­dos do setor, have­rá encon­tros com gran­des per­so­na­li­da­des do setor, para deba­ter temas como o con­tro­le para­si­tá­rio, a pro­du­ção lei­tei­ra e as fer­ra­men­tas repro­du­ti­vas atu­ais, entre elas a Inse­mi­na­ção Arti­fi­ci­al em Tem­po Fixo (IATF).

Um dos con­vi­da­dos é o espe­ci­a­lis­ta em repro­du­ção ani­mal, Pro­fes­sor Dou­tor Pie­tro Baru­sel­li da Uni­ver­si­da­de de São Pau­lo (USP). Na pales­tra, ele ori­en­ta­rá sobre o uso da IATF, que ain­da é pou­co difun­di­da nas pro­pri­e­da­des bra­si­lei­ras – é uti­li­za­da em ape­nas 12% das fême­as em ida­de reprodutiva.

Os inte­res­sa­dos em ter mais infor­ma­ções sobre a pro­gra­ma­ção do CTC ou que dese­jem rea­li­zar as ins­cri­ções podem entrar em con­ta­to pelo tele­fo­ne 0800 941 2000. Aque­les que par­ti­ci­pa­rem dos cur­sos rece­be­rão certificados.

Balan­ço de 2018

Somen­te no ano pas­sa­do, entre médi­cos-vete­ri­ná­ri­os e estu­dan­tes da área, admi­nis­tra­do­res das pro­pri­e­da­des rurais e peões, mais de 600 pes­so­as foram capa­ci­ta­das no CTC. No total, cer­ca de 40 cur­sos foram ministrados.

Tam­bém em 2018, o local con­tou com uma infra­es­tru­tu­ra ain­da mais com­ple­ta, já que a empre­sa inves­tiu em melho­ri­as nos alo­ja­men­tos e na meto­do­lo­gia apli­ca­da nos cursos.

Rolar para cima