Pequenos laticínios gaúchos investem R$ 37,7 mi - Digital Balde Branco

As peque­nas empre­sas de lati­cí­ni­os do Rio Gran­de do Sul inves­ti­ram R$ 37,7 milhões duran­te o ano de 2016. O valor é 15% mai­or do mon­tan­te inves­ti­do em 2015, que foi de R$ 31,9 milhões. Para os pró­xi­mos dois anos, de acor­do com a Apil-Asso­ci­a­ção das Peque­nas Indús­tri­as de Lati­cí­ni­os do Rio Gran­de do Sul (Apil/RS), a pre­vi­são é de que ain­da sejam inves­ti­dos R$ 60,8 milhões, o que tota­li­za­ria o valor de R$ 130,4 milhões no perío­do de qua­tro anos.

Con­for­me o pre­si­den­te da Apil/RS, Wla­de­mir Dall’­Bos­co, estes valo­res se refe­rem à ampli­a­ção de plan­tas, moder­ni­za­ção de equi­pa­men­tos e assis­tên­cia téc­ni­ca para 9,4 mil pro­du­to­res liga­dos às estas indús­tri­as. Este últi­mo item, por exem­plo, os inves­ti­men­tos pas­sa­ram de R$ 2,4 milhões em 2015 para R$ 5 milhões em 2016, de acor­do com o estu­do fei­to em par­ce­ria com a Ektos Con­sul­to­ria Empre­sa­ri­al. “Esta­mos ten­do esta pre­o­cu­pa­ção de aten­der os peque­nos pro­du­to­res, por isso ampli­a­mos este inves­ti­men­to em assis­tên­cia e capa­ci­ta­ção”, ressaltou.

O diri­gen­te lem­brou da impor­tân­cia das agroin­dús­tri­as para a eco­no­mia de muni­cí­pi­os e regiões pro­du­to­ras e a rele­vân­cia des­tes inves­ti­men­tos para o Rio Gran­de do Sul. As empre­sas asso­ci­a­das da enti­da­de geram pelo menos 2,5 mil empre­gos e a pre­vi­são é que em dois anos este núme­ro pos­sa alcan­çar qua­se 3 mil pos­tos de tra­ba­lho. “Este gru­po de empre­sas faz inves­ti­men­to per­ma­nen­te den­tro do Rio Gran­de do Sul. São empre­sas gaú­chas que fazem inves­ti­men­tos por acre­di­tar no Esta­do e sabem da con­tri­bui­ção que dão para a eco­no­mia gaú­cha”, obser­vou Dall’Bosco.

Com estes recur­sos, as peque­nas indús­tri­as che­ga­ram a 730 milhões de litros de lei­te in natu­ra pro­ces­sa­dos no ano, alta em rela­ção à 2015, quan­do o volu­me foi de 637 milhões de litros, o que repre­sen­ta cer­ca de 18% da pro­du­ção gaú­cha. A expec­ta­ti­va é que, em 2018, este núme­ro avan­ce para 837,65 milhões de litros devi­do a estes inves­ti­men­tos. Hoje, a Apil-RS con­ta com 45 peque­nas e médi­as indús­tri­as lác­te­as asso­ci­a­das. “A saí­da para con­tri­buir­mos com o Esta­do é fazer inves­ti­men­tos e tra­ba­lhar­mos no cres­ci­men­to da nos­sa pro­du­ção”, des­ta­cou o dirigente.

Rolar para cima