balde branco

O Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio cresceu 0,6% em fevereiro e acumula alta de 1,09% nos primeiros dois meses de 2016, segundo a CNA-Confederação da Agri­cultura e Pecuária do Brasil e o Cepea-Centro de Estudos Avançados em Economia Apli­cada/USP. Todos os elos que envolvem a cadeia produtiva do setor apresentaram expan­são no período, com destaque para a indústria, que teve variação de 1,24%.

O resultado do PIB foi puxado pela cadeia agríco­la, que teve crescimento de 0,9% em fevereiro, chegando a 1,62% no acumulado de 2016 (janeiro/fevereiro). Neste segmento, a produção primá­ria foi a principal responsável por impulsionar o setor na agricultura em 2016, com alta de 2,10% no bimestre. Já o desempenho da pecuária, de modo geral, foi negativo, com queda de 0,03 em fevereiro e retração de 0,06% nos primeiros dois meses do ano.

A agricultura foi o grande destaque na produção primária (dentro da porteira), em razão da alta dos preços, que variaram de 12,56% na comparação bimestral 2016/2015. O setor impulsionou, também, a agroindústria. A parte de processamento vegetal teve bom desempenho especialmente por conta da elevação de preços, com destaque para celulose e papel, etanol e açúcar.

Abrir bate-papo
1
Escanear o código
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?