balde branco

A expectativa das indústrias de laticínios da Europa Ocidental é de que o mercado de lácteos seja mais estável em 2017. Enquanto a projeção é de que a produção no primeiro semestre fique abaixo da verificada no mesmo período de um
ano atrás, para o segundo semestre espera-se que o volume ultrapasse o período correspondente de 2016.

No acumulado do ano, no entanto, é possível que não haja crescimento da produção, em relação ao ano passado. Alguns fatores
contribuíram para esses resultados, como a redução do rebanho da Holanda em decorrência do controle dos níveis de fosfato. Por outro lado, se a redução do rebanho da Holanda ocorrer com a transferência de gado para outros países em vez de
abate, isso poderá alterar o resultado global esperado.

A expectativa também é de que as exportações sejam beneficiadas, em 2017, pela desvalorização cambial do euro. No entanto, os sinais de que a produção de leite na Oceania pode ser maior do que a projeção inicial devem reduzir os mercados para exportação ou, então, aumentar a pressão sobre os preços.

Abrir bate-papo
1
Escanear o código
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?