Safra de grãos deverá ser menor - Digital Balde Branco

A esti­ma­ti­va de inten­ção de plan­tio para a safra 2017/2018 de grãos apon­ta para uma pro­du­ção entre 224,1 a 228,2 milhões de t

 Tal volu­me, repre­sen­ta um recuo entre 6 e 4,3% em rela­ção à safra pas­sa­da, de 238,5 milhões de t. Os núme­ros estão no pri­mei­ro levan­ta­men­to da safra 17/18, divul­ga­do pela Conab-Com­pa­nhia Naci­o­nal de Abastecimento.

Con­di­ções cli­má­ti­cas alta­men­te favo­rá­veis con­tri­buí­ram para a safra pas­sa­da alcan­çar recor­de his­tó­ri­co. Tais con­di­ções difi­cil­men­te se repe­ti­rão, por isso a expec­ta­ti­va de redu­ção pro­du­ti­va. Com rela­ção à área plan­ta­da, espe­ra-se a manu­ten­ção ou um aumen­to de até 1,8% sobre a safra 2016/2017, poden­do atin­gir núme­ros apro­xi­ma­dos de 61 a 62 milhões de ha.

A pro­du­ti­vi­da­de deve sofrer redu­ção para pra­ti­ca­men­te todas as cul­tu­ras. A pre­vi­são se baseia nas aná­li­ses esta­tís­ti­cas das séri­es his­tó­ri­cas e dos paco­tes tec­no­ló­gi­cos uti­li­za­dos nos últi­mos anos, uma vez que recém come­çou o plan­tio das cul­tu­ras de pri­mei­ra safra.

Soja e milho con­ti­nu­am como as prin­ci­pais cul­tu­ras e devem res­pon­der por cer­ca de 89% do total pro­du­zi­do no país. A expec­ta­ti­va é de que a pro­du­ção de soja alcan­ce entre 106 e 108 milhões de t e a do milho total, 93,5 milhões, dis­tri­buí­das entre pri­mei­ra e segun­da safra.

Rolar para cima