Sindilat faz doação de mais de mais de mil litros de leite para ação solidária

CURTAS

Sindilat faz doação de mais de mais de mil litros de leite para ação solidária

O Sindicato da Indústria de Laticínios do RS (Sindilat) fez uma doação de 1.024 litros de leite para a ação social “De Mãos Dadas Vamos Ajudar Quem Precisa”, organizada pelo empresário Marquinhos Kröeff. O alimento foi doado para ações sociais que atendem a famílias de comunidades dos bairros Lomba do Pinheiro e Restinga. Segundo Kröeff, a arrecadação integra a ação deste inverno com entrega de marmitas, cobertor e leite. “Estamos formando uma corrente do bem para ajudar cada vez mais pessoas”, pontua, registrando que há cinco anos realiza as ações. Ao longo do ano, são desenvolvidas ainda as campanhas de Dia das Crianças, Natal, Páscoa e Inverno. Além das instituições, Kröeff explica que busca contribuições com conhecidos e pelas redes sociais. Quem desejar contribuir pode entrar em contato pelo WhatsApp (51) 99974-3479.

Ufla continua entre as melhores universidades da américa latina

Pelo quinto ano consecutivo, a Universidade Federal de Lavras (Ufla) aparece entre as melhores universidades da América Latina, segundo o levantamento da revista inglesa de educação superior Times Higher Education (THE), mantendo-se como a terceira melhor universidade de Minas Gerais. A Ufla alcançou a 24ª colocação no ranking e, segundo o The Latin America Ranking 2022, é a 17ª melhor universidade do Brasil, sendo a 12ª melhor universidade federal. “Alcançamos esse resultado em virtude do esforço de toda a comunidade acadêmica e a Diretoria de Relações Internacionais (DRI) vem trabalhando massivamente para identificar oportunidades e desafios, buscando a excelência da Ufla em termos de ensino, pesquisa, extensão e inovação”, comenta o diretor da DRI, Antônio Chalfun Júnior.

Projeto promove capacitação de mulheres rurais em 40 municípios do semiárido

O Projeto Dom Hélder Câmara (PDHC) e quatro unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária firmaram quatro Termos de Execução Descentralizada (TED) para a realização de capacitação de mulheres do campo em 40 municípios nos Estados de Alagoas, Pernambuco, Piauí, Maranhão e Bahia. Por meio do projeto, coordenado pelo Ministério da Agricultura, 740 mulheres e 170 técnicos e extensionistas rurais serão capacitados, englobando 1.400 famílias no semiárido brasileiro até o fim do ano. O PDHC desenvolvido pelo ministério, por meio da Secretaria de Agricultura Familiar e Cooperativismo (SAF), e cofinanciado pelo Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida), busca reduzir os níveis de pobreza e de desigualdades no semiárido, qualificando os produtores para que desenvolvam uma produção sustentável, estimulando a replicação de boas práticas, e tem como eixo central a Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater).

OESTE DE SC TERÁ NÚCLEO DE TECNOLOGIA E INOVAÇÃO DO LEITE

Uma antiga reivindicação da cadeia produtiva do leite será finalmente atendida. O campus da Udesc em Pinhalzinho anunciou a contratação da obra de construção do Núcleo de Ciência, Tecnologia e Inovação do Leite (NCTI). A edificação terá 3.948 metros quadrados e será concluída no prazo de 540 dias ao custo de R$ 9,7 milhões. Essa necessidade havia sendo levantada em vários diagnósticos do Sebrae-SC como o Projeto Líder e o projeto de integração fronteiriça. O objetivo é consolidar a rota de integração do leite na faixa de fronteira, formada por 82 municípios do oeste. Essa região representa 78% da produção catarinense de leite, o que equivale a 3 bilhões de litros por ano. O núcleo está orientado para a melhoria da qualidade e aumento da produtividade, além de diversificação do mix de produtos lácteos da região. A estrutura do NCTI será constituída por três segmentos: laboratório da qualidade do leite, indústria de lácteos em escala piloto e laboratório de pesquisa e inovação em leite e derivados.

Abrir bate-papo
1
Escanear o código
Olá 👋
Podemos ajudá-lo?