Suplementação mineral aumenta produção de leite - Digital Balde Branco

Esse é o resul­ta­do do estu­do apre­sen­ta­do pela Bio­gé­ne­sis Bagó que cons­ta­tou o aumen­to de mais de 4kg de leite/dia por ani­mal com a suple­men­ta­ção mine­ral de vacas duran­te o perío­do de tran­si­ção. O estu­do ava­li­ou o desem­pe­nho 372 vacas holan­de­sas, em perío­do de tran­si­ção, em duas fazen­das comer­ci­ais, na região de Cas­tro (PR). Os ani­mais que rece­be­ram suple­men­ta­ção inje­tá­vel, con­ten­do vita­mi­nas (A e E) e micro­mi­ne­rais (Cobre, Zin­co, Man­ga­nês e Selê­nio) aumen­ta­ram a pro­du­ção em média de 4,3kg de leite/dia.

Para che­gar a essa con­clu­são, os ani­mais de duas pro­pri­e­da­des dis­tin­tas com as mes­mas con­di­ções cor­po­rais e die­ta, com pro­du­ção média de 34 kg de leite/dia na lac­ta­ção, foram dis­tri­buí­dos em dois gru­pos expe­ri­men­tais e com­ple­ta­men­te ran­do­mi­za­dos. O pri­mei­ro lote rece­beu inje­ções sub­cu­tâ­ne­as de 1mL/100 kg p.v. de solu­ção sali­na e o segun­do gru­po rece­beu tra­ta­men­to com o suple­men­to mine­ral Adap­ta­dor MIN e suple­men­to vita­mí­ni­co Adap­ta­dor VIT na dosa­gem 1 mL/100kg p.v. Ao final do perío­do do estu­do, o lote em tra­ta­men­to atin­giu a pro­du­ção média de 38,9 kg de leite/dia, enquan­to o pri­mei­ro gru­po, que rece­beu ape­nas solu­ção sali­na, pro­du­ziu média de 34,6kg leite/dia.

“Ficou com­pro­va­da que a suple­men­ta­ção micro mine­ral e vita­mí­ni­ca con­tri­bui com a inte­gri­da­de do úbe­re, res­pos­tas imu­no­ló­gi­cas, saú­de da glân­du­la mamá­ria e na pro­du­ção. Por isso, a uti­li­za­ção de suple­men­ta­ção vita­mí­ni­ca e mine­ral estra­té­gi­ca é cru­ci­al duran­te nes­se perío­do de tran­si­ção em vacas secas e con­fir­ma ser uma efi­ci­en­te fer­ra­men­ta para melho­rar a saú­de e a pro­du­ti­vi­da­de em vacas lei­tei­ras”, afir­ma João Pau­lo Lol­la­to, Coor­de­na­dor de Ser­vi­ços Téc­ni­cos da Bio­gé­ne­sis Bagó.

Segun­do o espe­ci­a­lis­ta, o perío­do de tran­si­ção é con­si­de­ra­do crí­ti­co, pois há um aumen­to da con­cen­tra­ção plas­má­ti­ca de subs­tân­ci­as oxi­da­ti­vas (radi­cais livres) que inter­fe­rem no pro­ces­so pro­du­ti­vo e imu­no­ló­gi­co em vacas de lei­te. “A suple­men­ta­ção extra de micro mine­rais e vita­mi­nas lipos­so­lú­veis são neces­sá­ri­as duran­te este perío­do por­que auxi­li­am na imu­ni­da­de de úbe­re, cau­san­do impac­to dire­to na pro­du­ção e saú­de do reba­nho”, aponta.

 

 

 

Rolar para cima