Uma nova recordista da raça Girolando - Digital Balde Branco

Uma vaca meio san­gue, de segun­da cria, pro­du­ziu mais de 120 kg de lei­te num úni­co dia, duran­te tor­neio rea­li­za­do em Lins-SP

 A vaca ‘154 FIV San­chez’, uma Giro­lan­do meio san­gue, entrou para a his­tó­ria da raça no últi­mo dia 3 de agos­to. Em sua segun­da cria, ela pro­du­ziu, duran­te o tor­neio lei­tei­ro de Lins-SP, a média diá­ria 111,863 kg, com pico de pro­du­ção de 120,480 kg, supe­ran­do o recor­de ante­ri­or, que era de ‘Alte­ro­sa Bra­dley da Xape­tu­ba’, outra Giro­lan­do meio san­gue, que em 2015 havia pro­du­zi­do a média de 109,123 kg duran­te o Cama­ru, em Uberlândia-MG.

A nova recor­dis­ta é do Con­do­mí­nio Miran­te, for­ma­do por Antô­nio Gil­ber­to R. de Cas­tro, David Rezen­de Côr­tes e Lean­dro Bor­ges Val­le, três pecu­a­ris­tas de Ara­xá-MG, donos das Fazen­das Qui­lom­bo, Colo­ra­do e São Vicen­te. “É impres­si­o­nan­te como o melho­ra­men­to gené­ti­co tem pos­si­bi­li­ta­do alcan­çar pata­ma­res cada vez mais altos de pro­du­ção. Isso mos­tra a for­ça da ati­vi­da­de lei­tei­ra no Bra­sil e o poten­ci­al que o país tem de levar essa gené­ti­ca para outras regiões que bus­cam desen­vol­ver a sua pecuá­ria”, ava­lia Côrtes.

Luiz Car­los Rodri­gues, pre­si­den­te da Asso­ci­a­ção Bra­si­lei­ra dos Cri­a­do­res de Giro­lan­do, comen­ta que o resul­ta­do colo­ca o Bra­sil em des­ta­que no mun­do. “É uma gran­de con­quis­ta para todos que tra­ba­lham com a Giro­lan­do, pois demons­tra evo­lu­ção gené­ti­ca, pro­fis­si­o­na­lis­mo e desen­vol­vi­men­to de nos­sa ati­vi­da­de. Esse ani­mal é um patrimô­nio, por mos­trar a for­ça da raça espe­ci­a­li­za­da na pro­du­ção lei­tei­ra. É tam­bém uma con­fir­ma­ção de que o Pro­gra­ma de Melho­ra­men­to Gené­ti­co da raça Giro­lan­do está no cami­nho cer­to”, destaca.

Rolar para cima