Verde Campo tem história de cadeia produtiva contada em dois minidocumentários produzidos pelo Discovery - Digital Balde Branco

Víde­os cocri­a­dos entre o canal e a mar­ca de lác­te­os mos­tram o cui­da­do com a pro­du­ção e a qua­li­da­de do insu­mo uti­li­za­do na produção

Não se faz um bom quei­jo ou iogur­te sem um bom lei­te. O cui­da­do da Ver­de Cam­po com qua­li­da­de de seus pro­du­tos é apre­sen­ta­do em dois mini­do­cu­men­tá­ri­os pro­du­zi­dos pelo canal Dis­co­very. Em um novo for­ma­to de par­ce­ria, os víde­os, com dura­ção de dois minu­tos, nas­ce­ram de um pro­je­to de cocri­a­ção e são vei­cu­la­dos duran­te a pro­gra­ma­ção do Dis­co­very até o fim de feve­rei­ro.  Os mini­do­cu­men­tá­ri­os tra­zem his­tó­ri­as da cadeia pro­du­ti­va da Ver­de Cam­po que, ao lon­go dos anos, capa­ci­tou e cer­ti­fi­cou mais de 200 pro­pri­e­da­des do Sul de Minas.

“Os víde­os tra­zem as his­tó­ri­as de vida das pes­so­as, mos­tram o cari­nho e o cui­da­do com que tra­ba­lham para pro­du­zir o melhor lei­te. É essa par­ce­ria que faz o nos­so pro­du­to ser espe­ci­al. É a qua­li­da­de do nos­so lei­te que per­mi­te a Ver­de Cam­po fazer pro­du­tos livres de con­ser­van­tes, aro­mas e coran­tes arti­fi­ci­ais. Com lei­te de altís­si­ma qua­li­da­de, sem resí­du­os de anti­bió­ti­cos, foi pos­sí­vel reti­rar insu­mos arti­fi­ci­ais, sem abrir mão da segu­ran­ça e do sabor”, expli­ca Arlin­do Cur­zi, dire­tor de ino­va­ção da Ver­de Campo.

“Um pro­je­to como este refor­ça cada vez mais que é pos­sí­vel cons­truir e levar con­teú­do rele­van­te à audi­ên­cia em par­ce­ria com mar­cas. O gru­po Dis­co­very se pro­põe des­de sua con­cep­ção a pro­por­ci­o­nar não só entre­te­ni­men­to para quem está do outro lado da tela, mas tam­bém infor­ma­ção. Quan­do encon­tra­mos mar­cas que que­rem cons­truir um mun­do melhor, equa­li­zan­do esses dois pila­res, temos um pro­je­to de suces­so. Tudo isso gra­ças à cocri­a­ção que apli­ca­mos em cada eta­pa do pro­ces­so, reco­nhe­cen­do oknow how de cada uma das áre­as envol­vi­das”, des­ta­ca Rober­to Nas­ci­men­to (Naná), VP de Ven­das Publi­ci­tá­ri­as da Dis­co­very no Brasil.

Os mini­do­cu­men­tá­ri­os tam­bém pode­rão ser vis­tos por meio de QRco­des impres­sos nas emba­la­gens dos iogur­tes Natu­ral Whey e Lac­ba­cil­lus da Ver­de Cam­po. O con­su­mi­dor deve aci­o­nar a câme­ra do celu­lar e apon­tar o apa­re­lho para o códi­go. Com aju­da de um apli­ca­ti­vo apro­pri­a­do para lei­tu­ra de códi­gos, ele será dire­ci­o­na­do ao site da Ver­de Cam­po (www.verdecampo.com.br) para assis­tir aos víde­os. Assis­ta aqui:https://youtu.be/5f1PBo7nBMo ehttps://youtu.be/qBpNBplvA_E.

PER­SO­NA­GENS — Loren Cha­fun é dona de uma peque­na pro­pri­e­da­de que for­ne­ce lei­te exclu­si­va­men­te para a Ver­de Cam­po. Com o apoio da empre­sa, seu sítio pro­fis­si­o­na­li­zou a pro­du­ção, rece­beu cer­ti­fi­ca­ções, aumen­tou sua pro­du­ti­vi­da­de e incre­men­tou sig­ni­fi­ca­ti­va­men­te a qua­li­da­de da matéria-prima.

Savio San­ti­a­go é geren­te de cap­ta­ção de lei­te da Ver­de Cam­po e há cin­co anos lide­ra a mudan­ça na cadeia pro­du­ti­va da empre­sa. “Que­re­mos ofe­re­cer ape­nas aqui­lo que gos­ta­ría­mos de con­su­mir. Pro­du­zir um ali­men­to bom vai além dos muros da fábri­ca, é pre­ci­so tam­bém trans­for­mar toda a cadeia”, diz Sávio.

Rolar para cima